Localize o murundu, ande ao redor e identifique todos os olheiros de alimentação.

Dimensione o dano provocado pelo formigueiro antes de iniciar o tratamento.





Para cálculo da dose inicial, multiplique a maior largura pelo maior comprimento, 


levando em conta os olheiros de alimentação. 





Ex: 5m x 8m = 40m² - Como dose inicial, para cada m² utilize 10g de Bioisca.


Aplique a dose em todos os olheiros de alimentação proporcional ao seu tamanho.




 Reaplique se for necessário, até a parar ou reduzir drasticamente o carregamento.



Não deixar faltar Bioisca durante o tratamento



Caso depois de parado o formigueiro venha surgir outro olheiro com dano econômico, reaplique.


Para avaliar o tratamento devemos levar em consideração o dano


no início e o dano no final do tratamento.



Como a eliminação do formigueiro é gradual, após a conclusão do tratamento encontrarmos


formigas caminhando pelos carreiros de forma letárgica carregando folhas e paus secos e


até folhas verdes que encontram no chão, sem contudo subir em arvores e dar dano econômico.




SACHÊ

Aplique os saches em cima de todos os olheiros de alimentação.

Reabasteça sempre que necessário até a paralização dos danos econômicos.

Havendo sobra, remaneje para outro olheiro ou outros formigueiros.


          



EMBALAGEM DE 500g

Em dias secos aplique a dose de Bioisca a granel diretamente no olheiro.


Para facilitar a dosagem e evitar desperdício com umidade (chuva, orvalho e irrigação),

utilize garrafas “pet” da seguinte forma:

Abasteça 2/3 da garrafa, dobre o bico e posicione a garrafa em cima do carreiro apontada diretamente para o olheiro.


Aplique uma garrafa por olheiro.


Reabasteça sempre que necessário até a paralização dos danos econômicos.

Havendo sobra, remaneje para outro olheiro ou outros formigueiros.